Marcos Dantas – Secretário de Cidades

“Entregaremos uma cidade melhor do que a que recebemos”

Criada há apenas um ano, a Secretaria das Cidades, capitaneada por Marcos Dantas – homem de confiança do Governador Rodrigo Rollemberg, já mostrou a que veio. O Cidades Limpas, principal programa da pasta, se tornou também um dos carros-chefes do Governo de Brasília ao apresentar ações efetivas em benefício dos moradores do Distrito Federal.
O Cidades Limpas leva ações de limpeza, conservação e revitalização para as regiões administrativas do DF. Até a semana passada, a força-tarefa já havia passado por 22 regiões administrativas, incluindo Águas Claras. Além do Cidades Limpas, a nova Secretaria também tem se destacado na articulação de diferentes órgãos para a recuperação de praças e espaços públicos abandonados e trabalhado para a regularização de feiras e quiosques no DF.
Na opinião de Dantas, estar na rua, fiscalizando os trabalhos e interagindo com a população, é mais importante do que ficar dentro de gabinete. Servidor público de carreira e dirigente partidário, ele defende que a política só tem sentido se for exercida para melhorar a qualidade de vida da população.

A Secretaria das Cidades foi criada em setembro do ano passado. Que balanço o senhor faz deste primeiro ano de gestão?
O balanço é muito positivo. Quando o Governador Rodrigo Rollemberg me passou a missão de tocar a Secretaria das Cidades, avisou que uma das tarefas mais importantes seria ouvir as demandas da população e articular as respostas necessárias com os órgãos competentes. Ao cuidar das cidades, dos espaços públicos, fiscalizar como andam os serviços de conservação e limpeza, recuperar a sinalização e a iluminação, estamos cuidando da vida comunitária, da vida das pessoas. Nosso papel é de zeladoria. Quando as cidades estão limpas e organizadas, a autoestima e a qualidade de vida das pessoas melhoram.
Lembro que já no primeiro mês de existência, a Secretaria das Cidades provou sua importância, quando coordenei a força-tarefa de atendimento às vítimas do vendaval de Samambaia. Ali agi comandando a interlocução entre os diversos órgãos de Governo e ficou bastante claro que o desempenho, o atendimento rápido e eficiente que prestamos à população, foi resultado de uma articulação bem sucedida. Pois bem, estamos trabalhando com esta metodologia: articulação para a resolução dos problemas.

O que é o programa Cidades Limpas?
O programa Cidades Limpas é uma grande força-tarefa, que executa serviços de conservação, limpeza e revitalização nas regiões administrativas do DF. Dentro deste programa, as demandas mais urgentes da população relacionadas a serviços são mapeadas e executadas. A equipe da Secretaria das Cidades articula todos os órgãos do Governo para resolvermos os problemas por atacado.
No dia a dia, nossas cidades recebem manutenção contínua, mas para serviços excepcionais é necessário que as administrações façam solicitações aos diferentes órgãos do Governo. O Cidades Limpas, ao reunir todos as secretarias e as empresas públicas para agir em um período de tempo concentrado, consegue dar maior celeridade à prestação dos serviços e, desta maneira, resolver muitas demandas que antes ficavam embaraçadas.
Um exemplo prático para deixar nosso método de trabalho mais claro: antes para promover uma retirada de carcaças, o administrador tinha que fazer um périplo por vários órgãos solicitando o serviço… Detran, Novacap, Polícia Militar… Era necessário combinar a agenda destes órgãos para que o serviço fosse prestado. Agora, com a Secretaria das Cidades, nós juntamos todos os órgãos em uma reunião de planejamento e marcamos a operação a partir das demandas que o administrador passa. Antes a ação dependia da disponibilidade da agenda dos órgãos. Agora os órgãos agem de acordo com a nossa agenda. É simples, é rápido e dá resultados efetivos.

Como os moradores do DF participam do programa?
As demandas sobre as quais agimos são as demandas encaminhadas às administrações regionais seja, pessoalmente, ou via ouvidoria. Os moradores, então, usam estes canais de comunicação para repassar suas solicitações. O número da Ouvidoria do Governo de Brasília é o 162.

Quais têm sido os principais desafios do Governo de Rodrigo Rollemberg?
O Governo de Brasília tem enfrentado vários desafios que são fruto da conjuntura econômica e das incertezas políticas pela qual o nosso país está passando. Brasília não é uma ilha e somos afetados sim pelo cenário de recessão e de instabilidade que atinge o Brasil inteiro. Apesar de tudo isso, não tenho dúvidas de que Rodrigo Rollemberg está fazendo uma excelente gestão. Pela maneira responsável, transparente, honesta e corajosa com a qual estamos enfrentando os problemas da nossa cidade. Temos bons resultados para mostrar. Por exemplo, o processo que culminará com a desativação do lixão da Estrutural, a democratização da Orla do Lago Paranoá, a implantação do Bilhete Único, a redução da taxa de homicídios, a ampliação da educação infantil…São exemplos consistentes em várias áreas da administração pública. Digo que, com certeza, que entregaremos uma cidade melhor do que a que recebemos. O governador está colocando Brasília no rumo certo.

Os políticos brasileiros estão passando por uma enorme crise de credibilidade. Como o senhor, que é dirigente partidário (Dantas é presidente do PSB-DF), vê esta situação? O que acha que deve ser feito para que a população volte a acreditar na política?
Os políticos precisam estar conscientes de que são servidores públicos e, portanto, devem agir visando o bem comum. De fato, houve um desvirtuamento da política, detentores de mandatos passaram a agir em benefício próprio ou de grupos de interesses que os financiam. Outros, se deslumbraram com o poder e as benesses do cargo, afastando-se da população. A classe política está desacreditada por conta das verdades desveladas pela operação Lava-Jato, mas, acredito que teremos pela frente um momento de renovação. Lembro que as mudanças que precisamos implementar no Brasil passam pelas instâncias de decisão política. Acredito que os eleitores estarão mais exigentes em 2018, que optarão por candidatos que têm disposição para ouvir a comunidade e trabalhar pela resolução de seus problemas.

Seu nome vem sendo ventilado como candidato a deputado federal. Quais os planos de Marcos Dantas para 2018?
Daqui até lá, estarei trabalhando todos os dias para servir a população. Sou um carioca apaixonado por Brasília. Sétimo filho de uma família de 14 irmãos. Meus pais mudaram para cá em 1960 e, aqui, todos nós melhoramos de vida. Sou muito grato à Brasília, pela maneira como ela nos acolheu e as oportunidades que nos proporcionou. Trabalho todos os dias com ânimo para retribuir isso ao DF.