Águas Claras aguarda construção de Posto de Saúde

Demanda antiga da população, a construção da nova unidade de saúde já teve terreno definido, projeto elaborado e recursos assegurados por emenda da deputada distrital Júlia Lucy. Há um ano, está na Novacap à espera de ser priorizado

Para Júlia Lucy, é preciso um esforço conjunto para que a unidade de saúde se torne realidade. “O nosso mandato tem trabalhado para que a UBS saia logo do papel. Asseguramos o recurso, conversamos com as duas gestões da Administração de Águas Claras e vamos cobrar do governo que priorize a construção da unidade. A população não pode ficar desassistida por falta de vontade política”, defende

A Pandemia da Covid-19 fez com que uma das demandas mais antigas dos moradores de Águas Claras voltasse a preocupar a população: a precária estrutura de saúde pública daquela Região Administrativa. A cidade conta apenas com um posto de vacinação, uma UBS e uma Clínica da Família para os seus mais de 160 mil habitantes. Por isso, a construção da nova unidade de saúde é fundamental para os moradores, mas não parece estar entre as prioridades do governo.

Em julho de 2019, o antigo administrador regional, Ney Robson, encaminhou expediente para a Novacap solicitando a análise do terreno, uma vez que o projeto da obra para a construção de uma UBS de cinco clínicas, feito pela própria Novacap a pedido da antiga gestão, já estava pronto e o terreno devidamente transferido para a carga patrimonial da Secretaria de Saúde.
Há mais de um ano o projeto aguarda estudo de sondagem do terreno situado na Rua 25 Sul. Nesse tempo, a Administração de Águas Claras já mudou de gestão e a Novacap também.
Ainda em 2019, uma emenda parlamentar, de autoria da deputada distrital Júlia Lucy (Novo), destinou R$ 3 milhões para a construção da UBS, tendo sido incluída no Orçamento do DF do presente ano. O valor seria suficiente para assegurar a construção do prédio para a nova unidade de saúde.

A primeira unidade básica de saúde de Águas Claras será construída na rua 25 Sul, no lote 28. O lote já foi transferido da Terracap para a Secretaria de Saúde

A UBS
Com a divisão entre Águas Claras e Arniqueira, a Região Administrativa XX ficou sem Unidade Básica de Saúde. Dentro desse sistema complexo, a porta de entrada é a Unidade Básica de Saúde, também conhecida como Posto ou Centro de Saúde ou Clínica da Família. Esses estabelecimentos de Atenção Primária realizam exames, consultas e acompanhamento médico, entrega de medicamentos, troca de curativos e aplicação de vacinas.
As UBS são o caminho indicado, por exemplo, para casos de sintomas leves de gripe, tontura, dor abdominal, mal-estar, diarreia, vômito e conjuntivite, além de tratamento e acompanhamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Tais unidades também acolhem e acompanham casos de gestação, hipertensão, diabetes e obesidade.
AS UBS não oferecem o pronto-socorro, exclusivos para casos de emergências. Sendo assim, em casos graves ou complexos, pacientes são encaminhados para uma UPA ou hospital.
No Distrito Federal as UBS funcionam de segunda a sexta-feira em horários diferentes, a depender das unidades, mas comumente em horário comercial. Esses espaços estão disponíveis para o público nas faixas das 7h às 17h, das 7h às 19h e das 7h às 22h – este último caso é chamado de horário estendido. Em alinhamento com a Portaria nº 930/2019, do Ministério da Saúde, o Governo do Distrito Federal ampliou o funcionamento em parte das unidades.
O site da Secretaria de Saúde dispõe de informações sobre todas as UBS. Portanto, o usuário pode descobrir qual unidade deve procurar, bem como o endereço, o horário de atendimento, a abrangência e o tipo de atendimento daquele espaço por meio da Sala de Situação. Acesse o link e veja qual é a mais próxima de sua residência.

Anúncio adiado
O governo chegou a anunciar, em maio deste ano, a construção de 16 UBS no DF, sendo uma delas em Águas Claras. Contudo, a unidade não está entre as que estão em processo de construção. Segundo informações do SEI do GDF, o processo segue na Novacap.
Ao Folha de Águas Claras, a deputada Júlia Lucy informou que vai buscar uma nova interlocução junto ao GDF para que o projeto seja retomado o quanto antes.