Especialista fala sobre como cuidar da caspa durante o inverno

Com a queda das temperaturas no inverno, os banhos quentes são frequentes. Porém, é preciso ter cuidado com o couro cabeludo e os fios com o uso frequente da água quente para lavar os cabelos.

Isso acontece porque a temperatura da água irrita e resseca a região, que assim passa a produzir mais sebo e a ficar mais oleosa. O excesso de oleosidade provoca a famosa dermatite seborreica, mais conhecida como caspa.

A tricologista Valine Alencar explica que “ Outro fator prejudicial são que alguns shampoos possuem detergentes e fórmulas mais agressivas para os fios, que combinado com a água quente aumenta a capacidade de remover a oleosidade local. Outro ponto é que com o frio lavamos menos o cabelo e o fungo se desenvolve causando coceira, vermelhidão, inflamação e claro a descamação do couro cabeludo que é a caspa em si. Vale lembrar que com o frio bebemos menos água, o que desidrata o corpo e também o couro cabeludo. Beber bastante água e usar óleo vegetal como o de abacate no couro cabeludo para reestabelecer a hidratação também são fundamentais”, finaliza.