Dólar Furado Burger

Hamburgueria da chef Lídia Nasser traz receitas e decoração inspiradas no universo de desenhos animados, super-heróis e contos de fadas

Os universos de super-heróis e de personagens de desenhos animados, contos de fadas e livros infantis chegaram a Águas Claras. O Dólar Furado Burger trazuma proposta que vai além de uma hamburgueria artesanal: envolve uma verdadeira experiência sensorial que mistura o mundo da fantasia à boa gastronomia.
A marca integra o Complexo Gastronômico da chef e empresária Lídia Nasser, com entrada ao lado da pizzaria e restaurante italiano Dolce Far Niente e também será integrada às outras duas casas do grupo – Empório Árabe e o japonês MaYuu Sushi. Assim, o Dólar Furado Burger passa a atender com a mesma proposta, na qual os restaurantes possuem apenas ambientes distintos e separados, mas o cliente pode se acomodar em qualquer um deles e fazer pedidos dos demais menus.

Viagem a outros mundos
Logo na entrada do Dólar Furado Burger, uma caverna dá acesso a ambientes que parecem ter sido tirados de gibis, games, cartoons e clássicos do cinema. Feita de concreto e de forma artesanal, rústica, a caverna é o lado mais “sombrio” e também o local de reunião dos super-heróis.
Na sequência, um espetáculo de cores e magia toma conta do espaço, com um mix de mundos – desde as princesas a personagens e desenhos que marcaram a infância de gerações. A inspiração veio, principalmente, do mundo mágico da Disney e dos universos Marvel e DC Comics. “Fizemos uma pesquisa presencial. Além das cores, buscamos trabalhar com materiais semelhantes aos de cenários de restaurantes e parques temáticos”, explica a arquiteta responsável pelo projeto, Tatiana Perides.

Steak Tartar no Caldeirão da Malévola segue a filosofia Faça você mesmo. O prato não chega pronto à mesa. Em uma espécie de tábua, são dispostos saquinhos com os ingredientes do steak tartar separadamente e com nomes divertidos que lembram itens usados em poções mágicas, além de um caldeirão. Assim, são os próprios clientes que finalizam o steak. Acompanham batatas rústicas, picles de pepino e pão tostado na parrilla (R$ 37,90)

Combinações inusitadas
Mas essa viagem não termina no espaço físico. Continua no cardápio, que, segundo Lídia Nasser, consegue ultrapassar aquilo que já se sabe sobre o artesanal. “Unificamos o sabor de um burger de qualidade, com carne especial, molhos totalmente caseiros e ambientes que contextualizam perfeitamente. No Dólar, é tudo temático, da comida ao espaço. O resultado é uma experiência sensorial completa, envolvendo vários universos”, celebra.
Há cerca de cinco meses à frente da confeitaria do grupo Empório Árabe, o chef Matheus Brito não pensou duas vezes ao aceitar o convite de Lídia para comandar a cozinha do Dólar Furado Burger. Uniu os conhecimentos em hamburguerias ao gosto pela cultura pop e, apresentou o esboço do cardápio, 100% autoral. Após alguns ajustes, nasceu um menu divertido, com brincadeiras nas descrições, apresentações inusitadas e sabores não convencionais.
Ilustrado com personagens que, inspirados em super-heróis da Marvel e da DC Comics, deram origem à Liga dos Baconzeiros – formada por Batfurado, Capitão Burger, Mulher Bacon, The Shake, Volvefrito, SuperCheddar e Chapeiro de Ferro –, o menu é dividido em seções. São elas: Super Shakes, Side kicks (acompanhamentos), Burgers – que, por sua vez, traz as categorias Little, Big e F*cking Big, conforme o tamanho dos hambúrgueres –, Sanduíches, Extras e Bebidas.

Os milk-shakes incluem cinco opções nada convencionais em porções de 360ml. O Superpoderosas (R$ 18,00), feito com sorvete de maçã verde da Docinho, calda de morango da Florzinha e algodão-doce azul da Lindinha por cima, enche os olhos pelas cores e a explosão de sabor

Entre os hambúrgueres, estão o Homem de Ferro, feito com brioche marcado com símbolo do herói, 120g de blend da casa, queijo prato derretido, bacon e ketchup de morango, a R$ 17,00. Para vegetarianos, foi criado o Pernalonga. Elaborado com “burger” de abóbora, creme de queijo gorgonzola, picles de cenoura, alface-americana e tomate confit no pão brioche, ele custa R$ 32,00.
“Procuramos usar ingredientes que gostamos, mas sempre de forma inusitada, divertida e com uma apresentação bonita, que todos queiram comer”, resume Matheus. “Nosso diferencial é a pegada única, não só no visual, mas também nos preparos do cardápio e na forma como pensamos, apresentamos e atendemos”, conclui o chef. Nem mesmo o chopp é servido de forma convencional: a casa conta com canecas com imagens e cores de super-heróis, equipadas com uma espécie de sininho para acionar o garçom quando a bebida acabar.