Alívio para quem sente dor

Especialista no diagnóstico e tratamento da dor, o grupo Vivaa atua para ajudar, melhorar a qualidade de vida dos pacientes com um grupo de funcionários e médicos capacitados

Quem sofre de dor crônica ou mal diagnosticada tem agora um aliado importante no tratamento, uma clínica voltada para o diagnóstico e tratamento de dores, a Vivaa. A avaliação da dor consiste de uma consulta médica rigorosa a partir de uma queixa de dor, que consiste de história clínica detalhada, um exame físico criterioso, e exames complementares adequados. Esses exames, de imagem ou laboratoriais, tem o objetivo de se chegar a um diagnóstico preciso da causa da dor, e, a partir desse ponto, elaborar as opções terapêuticas adequadas a cada caso, otimizando assim o resultado.

Vivaa
A Clinica Vivaa tem a missão de manter a excelência em tratamento de saúde, através de uma equipe médica competente e um atendimento humanizado, visando a melhoria e o conforto dos nossos pacientes. O principal objetivo do Grupo Vivaa é a plena satisfação com o atendimento e serviços prestados. A organização tem como princípio oferecer as melhores soluções aos pacientes, sempre embasada pela ética, pelo conhecimento técnico, respeito e condições individuais de cada usuário.

A Clinica Vivaa foi fundada no Distrito Federal pela Dra. Luiza Alves de Castro Arai (CRM 6053) e tem principal missão a qualidade de atendimento, através de uma equipe médica competente e um atendimento humanizado, visando a melhoria e o conforto dos pacientes.

 

“A avaliação da dor é crucial para que se compreenda a origem do estímulo doloroso, as características, específicas do tipo de dor, o impacto na vida do indivíduo, bem como é importante para a determinação de diagnósticos preciso e consequente definição de estratégias terapêuticas, acompanhamento de evolução, e estimativa de prognóstico”, explica a doutora Luiza Alves de Castro, fundadora da clínica.

O que é avaliação de dor, e por que ela é importante.

A avaliação da dor consiste de uma consulta médica bem detalhada, a partir de uma queixa de dor, que consiste de história clínica detalhada, um exame físico criterioso, e exames complementares adequados, os quais podem ser de imagem, podem ser laboratoriais, com o objetivo de se chegar a um diagnóstico preciso da causa da dor, e a partir deste ponto, elaborar as opções terapêuticas adequadas a cada caso , otimizando assim o resultado

A avaliação da dor é crucial para que se compreenda a origem do estímulo doloroso, as características, específicas do tipo de dor, o impacto na vida do indivíduo, bem como é importante para a determinação de diagnósticos preciso e consequente definição de estratégias terapêuticas, acompanhamento de evolução, e estimativa de prognóstico

O que é dor

A Associação Internacional para Estudos da Dor define como experiência sensitiva e emocional desagradável decorrente ou descrita em termos de lesões teciduais reais ou potenciais.  É uma experiência emocional adversa à do prazer. A dor é subjetiva, cada indivíduo aprende a descrevê-la personalizadamente.

A dor aguda é descrita como a resposta fisiológica, normal e previsível  aos estímulos térmicos, químicos ou mecânicos adversos, caracterizada por curta duração e reversão total do fenômeno com a interrupção do estímulo. Portanto a dor aguda é considerada uma função vital do organismo contra os reais ou potenciais agentes agressores. Geralmente é a dor do alerta, induzindo no indivíduo reações de defesa, de fuga, de remoção do agente causal, ou serve como instrumento para aprendizado de autoproteção .

A dor crônica é um tipo de classificação de dor, quanto ao tempo, é aquela dor que tem duração contínua de mais do que 3 meses, ou aquela dor recorrente, persistente, por mais de 6 meses, ou casos de dor pós operatória, aquela dor que persiste, além do prazo habitual de resolução do quadro álgico daquela cirurgia em questão. A dor crônica não representa apenas um sintoma, mas caracteriza-se por um estado patológico bem definido, isto é, uma disfunção do sistema somatossensorial, que persiste além da solução do seu processo etiológico. Atualmente a dor crônica é considerada uma entidade patológica do sistema somatossensorial; por conseguinte, a dor crônica é, por si só, uma doença. A dor crônica causa sofrimento, agrava ou causa incapacidade, desencadeia repercussões biopsicossociais desfavoráveis.

 

A intensidade da dor pode ser medida por idade?

A priori não há um instrumento ou conjunto de ferramentas predeterminadas para ser utilizado em quaisquer condições de dor, mas é recomendado que haja adequação à idade e ao estado cognitivo dos pacientes. Portanto na avaliação da dor se faz necessário usar instrumentos válidos para avaliar a dor, e para isso,  o profissional pode fazer uso de vários métodos, desde a observação comportamental, os parâmetros fisiológicos, o autorrelato, as medidas unidimensionais através de escalas, questionários, e estes podem ser adaptados de acordo com a faixa etária.

 

Diferença entre dor e sofrimento

O sofrimento é caracterizado pela sensação de dor, mal-estar e infelicidade em uma pessoa, está associado a coisas negativas. Ele está diretamente ligado ao sofrimento físico, porém no caso dos seres humanos, é possível vincular o sofrimento com estados de ânimo ou problemas emocionais. Então, as situações de medo, ansiedade, depressão, frustração, ira ou raiva são algumas das situações em que nossa psique pode alterar em maior ou menor grau e se manifestar na forma de dores no corpo, fadiga, etc. Também podemos relacionar ao sofrimento termos como tristeza e pesar.  O termo também pode ser substituído por sinônimos como aflição, desgosto, angústia, preocupação, amargura, tormento, penar, ânsia, ansiedade, suplício, tristeza, martírio, pesar, consternação, dissabor, calvário, mortificação, prova, provação, paixão, entre outros.  Sofrimento é ter apego à dor. Uma coisa é a gente ter dor e sofrer com isso; outra é dizer: ‘Está doendo, mas por que vou sofrer, passar mal?’. Dor e sofrimento são coisas diferentes. Uma coisa é a gente ter dor, e outra é ter o sofrimento. Você pode ter a dor e não achar que ela é algo ruim, pode transformá-la”.

 

Quando devo procurar um médico para tratar a dor?

A experiência dolorosa é uma das coisas mais democráticas que existe no mundo, atinge a todos, independentemente classe, cor, religião, porém ela tem um grande envolvimento cultural, isto é, o que faz um ocidental procurar ajuda médica, em uma outra cultura, não é motivo para tal, mas de forma geral, a dor é um sinal de alerta, e como tal, deve ser valorizada, respeitada e investigada, pois como é uma experiência individual, não dá para rotular todos os casos, como graves ou simples, e só após uma boa avaliação médica, é que podemos ter noção da gravidade do caso, ou não

 

Técnicas e tratamentos
A clínica Vivaa tem como especialidade principal a clínica de dor, além de outras especialidades, como endoscopia digestiva, eletroneuromiografia, termografia e densitometria. No tratamento direto da dor a clínica usa técnicas de acupuntura, tratamentos adjuvantes e tratamentos intervencionista, como bloqueio simpático venoso, infiltração ponto gatilho, terapia por onda de choque e terapia Reac. Além da clínica da dor, a Vivaa oferece as especialidades de clinica médica, ginecologia, gastroenterologia, acupuntura e psicologia.

 

VIVAA

Exames: Endoscopia digestiva,  Eletroneuromiografia, Termografia, Densitometria

Procedimentos para tratamento de dor, tais como: Acupuntura, tratamento clínico da dor, tratamentos adjuvantes da dor, tratamentos intervencionista da dor tais como: Bloqueio  simpático venoso, infiltração ponto gatilho, terapia por onda de choque, Terapia Reac

Especialidades: clinica da dor, clinica médica, ginecologia, gastroenterologia, acupuntura e psicologia

 

Clinica Vivaa Diagnóstico

QNC 11 Lote 05 térreo , prédio da Clinica Insono
(61) 3048-0305
(61) 99668-0504
contato@clinicavivaa.com.br

Clais
(dentro do Hospital Anchieta)

QNC AREA ESPECIAL 08 09 10 SETOR C NORTE SALA 102D
(61) 3048-0305
(61) 99668-0504
claissaude@gmail.com

Clinica Vivaa Diagnóstico
Asa Sul
St. de Grandes Áreas Sul 613, edifício Vitrium
sala S-07
(61) 3048-0305
(61) 999553722
vivaadiagnostico@gmail.com