Mudanças na coleta de lixo em Águas Claras

A partir desta quinta-feira, 10 de outubro, a coleta convencional de lixo no Distrito Federal passa ser feita em dias alternados nas regiões onde o recolhimento era diário, com exceção das duas principais avenidas da cidade. O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) elaborou um calendário da coleta que será distribuído à população. Haverá dias e caminhões diferentes para recolher o lixo orgânico, que vai para o aterro, e o seco, destinado à reciclagem.
Além da coleta porta a porta feita pelos caminhões, o SLU pretende instalar 244 pontos públicos de entrega voluntária. Agora, só há pontos em locais particulares, como supermercados que trabalham com as cooperativas de catadores. O Distrito Federal ganhará também 21.086 lixeiras novas e 382 contêineres semi-enterrados para garantir a coleta convencional em áreas de difícil acesso.


REDUÇÃO DE CUSTOS
A medida está sendo tomada para reduzir os custos da coleta de lixo no DF. De acordo com o órgão, o novo contrato com três empresas prestadoras de serviço de coleta de lixo e limpeza da cidade – uma delas portuguesa -, vai permitir a ampliação do serviço. A validade da parceria é de cinco anos. Serão 1.039 veículos e equipamentos novos na cidade.
Além da seletiva, as empresas Sustentare, Valor Ambiental e Consita cuidarão da coleta e do transporte de resíduos sólidos domiciliares. Atenderão ainda coleta manual e mecanizada e da remoção de entulhos; varrição manual e mecanizada de vias e espaços públicos; lavagem e limpeza de equipamentos; e pintura mecanizada de meios-fios, entre outras ações de limpeza.

Coleta seletiva será ampliada para todo o DF

A partir de 10 de outubro, o papo de que “não adianta separar o lixo porque o material recolhido vai todo para o mesmo destino” perde força, já que o recolhimento de recicláveis vai se aproximar de 100% no DF. De fora ficarão apenas as áreas rurais, onde a quantidade separada e recolhida ainda é pequena diante do investimento.
Além da coleta seletiva, as três novas empresas contratadas cuidarão da coleta e do transporte de resíduos sólidos domiciliares; da coleta manual e mecanizada e da remoção de entulhos; da varrição manual e mecanizada de vias e espaços públicos; da lavagem e limpeza de equipamentos; e da pintura mecanizada de meios-fios, entre outras ações de limpeza.

O que é a coleta seletiva
Coleta seletiva é o recolhimento de materiais recicláveis (papel, plástico, metal) que não devem ser misturados ao lixo comum das residências ou local de trabalho. Trata-se de um cuidado dado ao resíduo que começa com a separação dos materiais em orgânicos e inorgânicos, e, em seguida, com a disposição correta para o reaproveitamento e reciclagem.
De forma a sensibilizar as pessoas para questão do correto tratamento que os resíduos sólidos produzidos no dia-a-dia devem receber, seja nos ambientes públicos ou privados, a coleta seletiva também funciona como um processo de educação ambiental, na medida em que conscientiza as pessoas sobre os problemas do desperdício de recursos naturais.