“Melhoramos muito em praticamente todos os quesitos” Ney Robsthon, administrador de Águas Claras

Escolha pessoal do governador Ibaneis, logo após as eleições, o administrador tem sido um dos gestores mais elogiados dentro e fora do governo. Falta de projetos e orçamento apertado são os entraves comuns a todos, mas a criatividade e a busca por soluções têm trazido melhorias para a cidade paulatinamente. Prêmio por transparência e boas práticas coroou o primeiro ano da gestão de Ney.

Você é um dos poucos Administradores Regionais que estão no cargo desde o início do governo. Isso sem uma indicação de deputado distrital, como é comum em outras cidades. A que atribui esta permanência?
Minha indicação é oriunda do próprio governador Ibaneis Rocha, e eu procuro honrar essa confiança em mim depositada realizando uma boa gestão, e graças Deus e com muito esforço e determinação estamos tendo muito êxito. Conseguimos formar uma equipe coesa, responsável, produtiva e comprometida em fazer um governo correto e eficaz. Acredito ser esse o sucesso da minha permanência e espero poder fazer muito mais por essa cidade na qual tanto acredito e aposto no seu potencial e crescimento.

Quais os principais desafios que encontrou quando chegou ao governo e como os tem superado?
Os desafios foram muitos, pois não havia nenhum novo projeto pronto, existiam alguns parados a mais de 4 ou 5 anos e os que eram bons resolvemos retomá-los, pois eram anseios antigos da população. Recebemos uma cidade sucateada, cheia de problemas e uma administração desorganizada administrativamente, por isso tivemos que em um primeiro momento arrumar a casa para daí traçarmos novos planejamentos. Começamos por resolver os problemas mais simples de infraestrutura, um exemplo é a efetividade da operação taba buracos, pra depois resolver problemas maiores como os das calçadas. A superação vem do trabalho, do esforço conjunto, da resolutividade dos problemas detectados.


Quais as principais mudanças na cidade neste ano?
Visando resolver os problemas detectados fizemos várias intervenções. Um exemplo é a faixa adicional de rolamento no Balão do Unieuro, que contribui de forma significativa na melhoria do trânsito daquela região, em especial da Avenida Castanheiras. Outra abordagem foi a construção do Balão da Avenida Parque Águas Claras com a Flamboyant, antigamente conhecido como balão da morte, que apesar de ter sido um feito simples, contribui de forma expressiva na melhoria do trânsito e redução de acidentes na região. Depois da sua implantação nenhum novo acidente foi detectado. Outra ação que podemos relatar foi a intervenção no semáforo da Avenida Pau Brasil, com o apoio do Detran, a pedido da nossa Administração em fevereiro, e que melhorou positivamente o trânsito naquele local.
Construímos esse ano mais 8.500m² de calçadas, um projeto de bastante relevância para a população no quesito da mobilidade urbana e que de fato está se tornando realidade e que pretendemos continuar em 2020 com uma nova emenda licitada, que já está fase de homologação, além de outras emendas para complementar. Esses foram os principais projetos, dentre outras várias pequenas intervenções que contribuíram para a melhoria da nossa cidade.

Projetos anunciados, como a construção da nova UBS, saem em 2020?
Em governos anteriores não existia nenhum plano de construção de uma UBS em Águas Claras. Em 2019 conseguimos a destinação do terreno, juntamente com a Secretaria de Saúde, e o projeto, feito na própria Administração, já está pronto tendo sido remetido à NOVACAP para ser implantado.


A Avenida das Cidades tem sido anunciada frequentemente pelo governador Ibaneis Rocha. Os moradores de Águas Claras verão esta avenida em breve?
Essa pergunta é uma pergunta difícil de responder. Por se tratar de um projeto que envolve várias Regiões Administrativas não tenho como responder nesse momento.

Vocês começaram a divulgar nessa última semana uma espécie de balanço dos números e dados realizados nesse ano de gestão. Ao seu ver quais seriam os mais importantes e expressivos?
Nós temos alguns gráficos a esse respeito que começaram a ser divulgados, no nosso site e nas nossas mídias sociais, com dados e números realmente expressivos e positivos. Consideramos bem relevantes os números das construções de calçadas acessíveis, os números da nossa Transparência Ativa, que teve outro grande salto, e os números de atendimento da nossa sala do Empreendedor. Acredito que esses sejam os três principais, fora outros que também estão muito bons, como o da operação tapa buracos com 459 toneladas, as mais de 310 unidades de bocas de lobo desobstruídas, a limpeza, capina, varrição e rastelagem de 18.350 m², o recapeamento asfáltico de mais de 26.000 m² o plantio de grama de 2.398,76 m², os 164 ambulantes, quiosqueiros e foodtrucks cadastrados, além da redução de 13% no valor do contrato de locação da sede da Administração. Esses são apenas alguns dos dados que iremos continuar divulgando nos nossos canais oficiais de comunicação da Administração até o dia 31 de dezembro. Pudemos observar que no comparativo com o balanço do ano anterior melhoramos muito em praticamente todos os quesitos.


O que o morador de Águas Claras pode esperar para o próximo ano? Quais os projetos?
Além da continuidade das construções de novos trechos de calçadas, executaremos mais três grandes projetos: a construção da nossa Unidade de Saúde Básica (UBS) em local estratégico para atender tanto Águas Claras Vertical, quanto a nova RA de Arniqueira. pois acredito que o trabalho executado como Cidades irmãs, beneficia as duas RAs. O local já foi visitado pelo Secretário de Governo, José Humberto, e o então Secretário Executivo das Cidades, Gustavo Aires, além da visita também do Secretário da Saúde, Osnei Okumoto. Nos empenharemos para que, de fato, se inicie a construção dessa UBS.
Outra grande obra prevista para o próximo ano é a terceira saída de Águas Claras, onde vem sendo feito um estudo pelo DER, das bacias de águas pluviais para viabilizar a construção dessa terceira saída que ficará localizada ao lado do parque de Águas Claras, na pista de acesso à Colônia Agrícola, próximo a Residência Oficial do Governador. Já temos a alça de acesso com recurso viabilizado, que vem da contrapartida de uma construtora, e em seguida pretendemos construir um viaduto, assim que o projeto ficar pronto.
E por último temos o projeto de mobilidade ativa, que já está aprovado na SEDUH e no DETRAN, com melhorias nas duas principais avenidas da cidade, Castanheiras e a Araucárias.
Essa obra vai mudar a cara de Águas Claras, integrando ciclovias e beneficiando o trânsito, um dos maiores objetivos da nossa Administração, juntamente com a melhoria da mobilidade urbana e da acessibilidade. São grandes desafios, mas estamos motivados a cumpri-los.
Todos são projetos que demandam tempo, mas espero que em 2020 possamos continuar o trabalho e dar prosseguimento pra que os resultados sejam ainda melhores que os de 2019. Esses são nossos principais objetivos e espero com a graça de Deus poder cumpri-los.